sexta-feira, dezembro 31, 2004


O Saco Riscado não se sentia bem se permanecesse anónimo neste passar de ano. Por isso, a todos os leitores, aqui está uma foto do verdadeiro, único, mal-cheiroso e fotogénico Saco Riscado. Devo dizer que o Saco Riscado está um bocadinho gordo, porque como todos sabemos, o Natal não perdoa!!

O meu 1º post (by groo)

É com um enorme orgulho e prazer, que tenho a honra de escrever o meu 1º post neste blog (sinto uma alegria que prega as pontas da minha boca, nas orelhas respectivas), que me parece com mais juízo do que aquilo que eu estava á espera.

Quero preparar-vos para um post ao jeito "fidel castro", há muito a dizer e eu quero que este primeiro derrame cerebral que me sai pelas pontas dos dedos, seja um blog que marque o presente e contribua para o futuro do mundo em geral (leia-se deparecimento do claudio ramos, george bush e que a PJ pense que é tempo mal empregue ir á procura dos tótos). Contudo após uma detalhada e especifica análise, aqui vai:

Depois da meia noite de hoje e para todos os leitores:

Um Bom ano novo .

E pronto foi assim.
Vou-me embora, deixando á consideração superior.

RE: The Phantom of the Opera

Amigo Rafeiro.
Boa critica sim senhor. Mas antes de fazeres a tua à cerca dos filmes Alexandre, Caçadores de Mentes, Lemony Snickets e O tesouro faço eu uma breve apresentação e recomendações (pois já os vi a todos (como todos sabem sou um fusso dos filmes (tipo o batráquio fumador, só que eu não os vejo no charco apesar de fumar como ele))).

Alexandre – Boa apresentação do conteúdo, mas um pouco longo, a parte da decadência de Alexandre torna-se um pouco exaustiva. Boa representação dos actores e um elenco de luxo. Qualquer filme em que participe o Sr. Anthony Hopkins é um bom filme logo à partida, mas apesar da sua presença ser muito curta, contribuiu sem sombra de duvida para uma melhor apreciação do mesmo. Angelina Jolie está como normal no seu esplendor. Val Kilmer bastante “gordo” (é de notar que teve de fazer o sacrifício de engordar para a realização deste papel). Por ultimo, Colin Farrell, bom desempenho, a única coisa que peca é o próprio Alexandre ter “comportamentos” menos ortodoxos com o nosso amigo Jared Leto. Filme a ver em Dvd numa daquelas tardes enfadonhas em que não se tem mais nada para fazer.

Caçadores de Mentes – Foi um filme que me surpreendeu bastante pela positiva. Filme em que entra também o Sr.
Val Kilmer, mas desta vez “magro”, muito ao seu estilo como nos ficou na ideia com os filmes Top Gun ou mesmo com o mais recente Spartan. Tem uma função tipo Anthony Hopkins
em o Alexandre, só lá está para a fotografia.
Em si o enredo está muito bem constituído o que nos leva a passar o filme todo cheios de atenção a tentar descobrir que é o assassino. No entanto continuo com as minhas duvidas pois considero existir uma gafe no fim, mas isso é para ser discutido pessoalmente com críticos rafeiros ou com batráquios fumadores.
Resumindo é um
Thriller
intenso com muita acção e algumas cenas mais violentas. A ver no cinema ou numa boa televisão (se for num monitor tem que ser de 19” para cima).

PS: (já estou a fazer presságios ao próximo governo) – quem viu o Regresso da Múmia e gostou dos dotes da namorada do faraó (Meela Nais/Anck Su Namun) poderá a ver não tão exótica mas como uma policia daquelas… “Sr.ª. agente não me prenda…”.

Lemony Snickets – Filme para ver com a família. Jude Law faz a narração, fala de muitas e muitas desgraças que chegamos à conclusão que afinal não eram assim tantas, ou não fiquei com a impressão que tivessem tanta importância. Afinal, imaginem, é mau perderem os pais mas pela cara deles quando souberam a noticia foi qualquer coisa tipo, “ya é chato mas como somos bué ricos…”
Quando vi o trailer, este começava com uma musica do filme
Edward Scissorhands do Sr. Danny Elfman, que para quem não sabe é o Sr. que fez as musicas para alguns dos filmes que nós conhecemos como Sleepy Hollow, Beetlejuice, Batman, Big Fish e da série de culto The Simpsons (é um sujeito no mínimo genial). Com isto fiquei com a ideia que a banda sonora seria qualquer coisa também, fiquei um pouco desiludido porque não foi feita por este senhor mas pelo Thomas Newman
. Não tem a mesma magia que como tinha sido apresentada com a fabulosa musica do filme do sr. Eduardo Mãos de Tesoura. (também era a musica do anuncio do “Channel Nº 5” do capuchinho vermelho e dos lobos)
Vejam o filme em casa, ou no cinema se não quiserem por os vossos filhos a ver pessoal a ser degolado (MindHunters).

Caro Rafeiro, contudo espero a tua critica, eu é não me consegui conter porque já os tinha visto a todos.
PSD: Sobre “O Tesouro” não posso comentar que o meu chefe já está de olhos em mim.

Bom ano a todos.

The Phantom of the Opera

Esta noite fui ver o Fantasma da Ópera. Em primeiro lugar, gostava de expressar uma opinião que tenho vindo a fomentar e a fortelecer ao longo do tempo: bons livros, dão bons argumentos e consequentemente excelentes filmes. Apesar de ser um musical (e muita gente torce logo o nariz à partida quando ouve falar de um musical), o filme consegue atrair as audiências mais cépticas e críticas da modalidade. É impressionante a qualidade do argumento (baseado no romance melodramático escrito por Antoine Loyd Webber), a riqueza e o detalhe dos cenários criados que conseguem tornar o filme tão sinistro e ao mesmo tempo tão cativante, a interpretação fantástica de Gerard Butler no difícil papel do “fantasma da ópera” e a forma como o realizador Joel Schumacher predispõe todo o desenlace do filme, fazem dele um clássico dos tempos modernos. A banda sonora é espectacular, o que faz com que as músicas interpretadas no filme ecoem pelas cabeças de todos durante horas a fio. Penso que o filme só peca por tentar humanizar ao máximo o “fantasma”, ao passo que tudo o resto é envolto em toques de varinha mágica; acho que o ambiente do filme poderia ser mais realista e o seu fantasma mais sombrio e poderoso, mas como não li o livro não poderei dizer se o realizador se limitou a seguir o guião ou se decidiu colocar uma mãozinha. De qualquer modo, é um filme que recomendo. Ah, e é um filme a ser visto com paciência e não com pressa de quem tem algo combinado, senão correm o risco de tornar 2h23m de magia em 143min de puro tédio..

Num futuro muito próximo, deixarei a minha opinião sobre os seguintes filmes: Alexandre, Caçadores de Mentes, Lemony Snickets, O tesouro e mais alguns vistos até à última da hora.

quinta-feira, dezembro 30, 2004

Pijamas, Anestesias e Cinemas

Como todos sabemos, o Natal é uma época especial no ano. Toda a gente sai às ruas (apesar da carteira vazia), todos vêm aquele familiar distante (apesar de não muito bem encarado por vezes), todos sentem esta magia no ar, quase que podemos chamar-lhe uma anestesia. Este tipo de sensação dispensa apresentações, quem de nós nunca se sentiu anestesiado? quer seja por amor, por reencontro de alguém especial, por aquele concerto fenomenal, pelo Euro 2004, por aquele abraço... Sentir-se anestesiado não é mau, até pelo contrário. Há dias em que, depois de um dia cansativo, o melhor a fazer é ir a um tasco e beber uma survia bem fresquinha!! esquecemos o stress do dia a dia, a rotina de 10 milhões de portugueses que se esmeram a trabalhar e que sabem que chegando ao Inverno acabam sempre com os bolsos vazios... Ah, e não me digam: Epah, a cerveja é um vício e faz mal ao fígado; porque não me resta outra solução, se pensarmos que os únicos concertos da época englobam Tonys Carreira e Robertos Leal e que ir à bola para ver o Glorioso só serve para ficar com uma depressão... sinceramente... mais vale ver o Sic 10horas, porque ao menos a Fátima Lopes ainda está nos 30 e põe batôn, o que não é nada mau de se ver.
Outra sensação de anestesia (e esta é uma ideia roubada à Acetalgina), é usar a roupa fofinha do avesso. Se nunca experimentou usar umas meias do avesso, é porque desconhece a verdadeira qualidade da marca. Todos já tivemos aquela sensação que é desenbrulhar a prenda dos avós (meias), confirmar através do toque que realmente são de qualidade (90% polyester, 10% algodão) e, no momento de calçar, sentir que arranham mais que qualquer papel higiénico numa casa de banho pública. Pois é, é mau. Então experimentem do avesso... E se gostaram, experimentem agora também com pijamas (que os avós também tiveram o cuidado de oferecer). E isto porquê? Os pijamas parecem muito quentinhos e adequados à época, mas quando vestidos dão a sensação de quem está na Serra da Estrela.. Meias e Pijamas, tudo do avesso, senão terão a sensação de estarem numa casa de banho pública na Serra da Estrela com uma lixa de papel higiénico na mão; nada confortável, hã?
Por último, e a pedido de muitas famílias de Norte a Sul, vou dar voz a um tema que tem causado revolta e indignação por todo o País: críticos de cinema.
Muitos de nós já devem ter lido o Diário de Notícias ou o Público e constatado que as notas atribuídas pelos críticos aos filmes em exibição são de um desgosto voluntário e de uma aprazível falta de respeito para com os seus leitores. Por isso, o Saco Riscado responsabiliza-se por trazer novamente a verdade e a coerência na apreciação das obras cinematográficas, obra essa já iniciada pelo meu amigo Vidros, na avaliação do Fantasma da Ópera.
Por isso, se por acaso se encontrarem numa casa de banho pública da Serra da Estrela com um jornal entre as mãos (em detrimento da lixa higiénica) podem sempre optar por usar a folha com as classificações dos críticos de cinema, visto não terem nada a perder!

quarta-feira, dezembro 29, 2004

Tsunamis

Pois... Agora é que são elas. O planeta terra atacou sem esperamos e pelos vistos os mortos são muitos. Foi sem dúvida uma catástrofe mundial, daquelas que une muçulmanos, cristões, hindus, etc... independentemente da raça, cor ou religião todos sofrem. Estou solidário com as familias das vitimas.

Agora que o Mundo atacou... fico na dúvida...
-Será que o Bush vai retaliar??????

terça-feira, dezembro 28, 2004


olá, eu sou o Ronnie O'Sullivan. Quero desejar um Feliz Natal e 1Bom Ano Novo a todos os portugueses e em especial aos leitores do Saco Riscado. Como todos sabem, eu sou o melhor jogador de snooker em todo o mundo porém, quero desde já afirmar que já encontrei o meu sucessor. O seu nome é rafeiro e foi descoberto esta tarde, numa província de Lisboa, numa cave de um centro comercial quando, após aquele que podemos considerar um jogo épico, derrotou um batráquio fumador roubando-lhe o título de Campeão do Ano a apenas 4 dias do Novo Ano. Amazing!! Eu também queria jogar com o batráquio fumador, mas ele disse que não jogava com um fegget de laçinho no pescoço e que se o continuava a chatear me deixava o outro olho negro. De qualquer maneira, Parabéns rafeiro, é preciso ter balls pra enfrentar um adversário desses!!

Depressão pós Natal 2

A propósito do meu amigo Vidros que não gosta de dar prendas (e eu sou testemunha disso) , chegou-me às mãos uma sms para todos aqueles que sofrem dessa fobia, e é assim: "Não penses no passado, porque ja passou, não penses no futuro, porque ainda esta para vir, não penses no presente, porque não comprei.."

Depressão pós Natal

Sou da opinião que andamos neste mundo para ganhar dinheiro, ora vejamos…
Nascemos, crescemos, estudamos, acabamos por trabalhar, gozar a reforma, cuidar dos filhos dos outros, ver o sic 10 horas e acabar por ir para a cova (só vamos mesmo para a cova porque ver o Cláudio Ramos…).
Não é de admirar que muitos de nós sejamos forretas e sovinas, agarrados ao dinheiro para tudo porque, como já o outro dizia, o dinheiro custa a ganhar.

Se no Natal é habito dar prendas (hábito esse que não tenho) imagino quem as oferece. Como sabemos a grande fatia de prendas dadas a maiores de idade são pijamas, meias e afins.
Ainda ontem passeava no centro comercial e reparei que já existem as chamadas “promoções” (saldos antecipados) e isto 3 dias após o Natal, agora pensem em quem vos compra as prendas. Deve ser um pouco frustrante ver um pijama que custou 10€ e agora o poder comprar por 8€, isto multiplicado por resmas de pijamas já era uma grande poupança.

Deveríamos mudar o Natal? Passávamos de Dezembro para Fevereiro e apanhávamos os Saldos, ao menos todos recebíamos mais pijamas e meias.

Como isso não vai acontecer acho que o melhor é mesmo ninguém esperar prendas minhas!

E enquanto tomava o café reparei neste “Anunsio”:



Ao menos o filme não me decepcionou, diz quem viu a peça que o filme está muito bom. Quanto a mim gostei bastante da banda sonora e desgostei alguns discursos repetitivos. “Fantasma da Ópera”, a ver de preferência num cinema com um bom sistema de som.


Bom fim de ano a todos! (não vou enviar sms a ninguém, ficam já todos avisados, a de natal já incluía o fim de ano).

segunda-feira, dezembro 27, 2004

domingo, dezembro 26, 2004

Questões para o Pai-Natal

3 coisas que me estão aqui a matutar na cabeça e para as quais ainda não consegui obter resposta.
Primeiro: será que no Natal existem muitos mais acidentes que no resto do ano? Será que realmente morrem mais pessoas por esta altura do que no Verão? ou será que nós é que estamos mais atentos e em vez de ver o Chelsea estamos ligados na SicNotícias, até porque o tio em 2ºgrau que é muita porreiro e deu umas prendas caras saiu agora de casa e vai apanhar a auto-estrada do Norte que está coberta de geada e que costuma ser o Ai-Jesus dos despistes? considerando que por esta altura do ano (e outras como a Páscoa) o fluxo de carros nas estradas aumenta, podemos assumir k os acidentes aumentam numa razão directamente proporcional porém, a percentagem de carros-na-estrada/acidentes deve manter-se constante, não acham?
Segundo: será que neste curto período uma pessoa pode de facto engordar bastante? (e o bastante quer dizer procura de ginásios) reparem, não existe uma altura do ano em que as pessoas se preocupem tanto com os doces, elas sabem que se trincarem aquele "sonho" o mais provável é terem um pesadelo quando se olharem no espelho, ligamos a televisão e damos de caras com mesas a transbordar de comida logo seguidas por uma não-sei-quê que nos alerta dos milhares de calorias escondidos entre a passa e o pinhão do Bolo-Rei e nos faz redobrar a atenção no nosso avozinho, não vá ele ter um ataque-cardíaco antes de nos passar os 50 euros da prenda. E a verdade verdadeira, é que com isto tudo sinto que realmente engordei, pode ser apenas psicológico mas aquelas calças de ganga de à 2 semanas e que já custam tanto a apertar dizem-me que não.
Terceiro: Na semana passada, estava eu à espera do autocarro e estaciona ao meu lado uma bela jovem do sexo oposto, com uma particularidade: era chinesa. Nisto dou por mim com aquela estranha sensação que é estar a ser observado, e olho pra ela e nada. A sua cabeça apontava paralelamente á minha para o local de onde o autocarro deveria aparecer; mas a sensação era tão forte, que quase podia jurar que ela estava a olhar pra mim! A questão neste caso é: será que as orientais conseguem vislumbrar mais que as europeias? até porque quando dizemos que alguém está a espreitar pelo canto do olho, se pensarmos no canto do olho de uma chinoca apercebemo-nos que o caso muda de dimensão!! Bem, ficam aqui lançadas estas questões, e caso se sinta na necessidade de me esclarecer pode sempre deixar um comentário. Devo dizer também, que neste último caso, não sei porque estaria a chinoca a olhar para mim, se considerarmos o que foi dito na 2 questão...

sexta-feira, dezembro 24, 2004


O Saco Riscado deseja a todos os seus futuros assíduos leitores, um Feliz Natal cheio de roupa-suja e um Ano-Novo muito malcheiroso!! O Saco Riscado, a par de grandes instituições como o Sport Lisboa e Benfica, também está no mercado em busca de reforços para Janeiro. O orçamento reduzido não tem dado para reforços de renome internacional, por isso esta bela equipa decidiu apostar em jovens da cantera com um futuro promissor!! Os resultados, todos sabemos, só serão visíveis daqui a uns tempos, mas para já, o que realmente conta é o espírito. E que o espírito natalício esteja com vocês!!

É Natal...

Pois é... a data que todos esperavam à já algum tempo, desde 26 de Dezembro de 2003, chegou enfim.
O Natal é realmente uma altura de paz e de alegria, pelo menos até que os miudos abram as prendas e descubram que não receberam o Action Man...
Apenas duas coisas estragam o espírito natalício, o facto de ser Verão e ter que levar com os efeitos alegóricos ao Natal e o facto de durante um mês não se conseguir ver TV sem publicidade a brinquedos.

Mas no fim de tudo... é Natal.

Espero que tenham todos um óptimo Natal, e já agora não se esqueçam de fazer birra se não receberem o Action Man

quinta-feira, dezembro 23, 2004


rafeiro Posted by Hello

quarta-feira, dezembro 22, 2004

Bem Vindo!!

Sejam benvindos ao Saco Riscado. Este é um saco onde todos nós podemos pôr a nossa roupa suja, quer seja de hoje, ontem ou amanhã, o que importa é mesmo lavar a roupa. Problemas, curiosidades, ofensas em discurso directo ou indirecto (tipo facada nas costas), factos cómicos ou tristes, em verso ou em prosa, tudo vale. O que importa é por tudo isso nesta grande máquina de lavar, que hoje (13:18 do dia 22/12/2004) começa a girar e a por tudo de pernas para o ar!!
Boa Sorte e espero que gostem!!