segunda-feira, fevereiro 28, 2005

Glorioso SLB



O Saco Riscado apoia o Glorioso. Depois de um forte pressing por parte dos dirigentes do Benfica, o Saco lá se prestou a tirar uma fotografia para o museu do clube, a ser colocada mesmo no meio das 2 Taças dos Campeões Europeus.. A fama é lixada..

Ah, é verdade, o FCP nao quis fotografias mas ofereceu 2 bilhetes para o jogo de logo à noite, por isso e mais uma vez, para ganhar basta ser o milésimo visitante.. Vá lá, não custa nada e afinal, o Saco também não gosta de fazer colecção de bilhetes..

100% Colesterol



Voltam as aulas na faculdade, voltam as refeições de qualidade...

domingo, fevereiro 27, 2005

Hipócratas e Frades

Já dizia Bocage, que a BP iria ser transformada em Fnac, e iria vender os bilhetes dos U2, depois de várias centenas de pessoas encherem os restauradores de filas tipo "sopa dos pobres", desde as 10 da noite do dia anterior para terem acesso a 1500 bilhetes.... Mesmo assim kem pela ginginha parava, ainda ouvia berros que se sucediam de música celta e grande alvoroço, "Helis à vista" gritavam eles do torreão de S. Julião da Barra, mas as hostes da governanta bem cedo limpam a casa e enchem-na de outro tipo qualquer que percebe tanto de defesa nacional como o Bush de Geografia e dos povos do mundo, que no mais recente jantar que teve com o Presidente do Brasil, Sr.Lula, lhe perguntou cheio de fulgor e a bom som, "Hey Lula, do you have black people to?"....... Só mesmo em Fátima que ainda a semana passada choravam sua "Irmã" Lúcia, mas rapidamente se aperceberam que o contraste preto e branco só fica bem nas pulseiras do "racismo" e não no santo pontificado. O mundo está em constante mudança, mas no fundo, no fundo fica sempre igual. Que o diga o lidér demissionário do PSD que realmente se pode queixar da perseguição dos media à sua pessoa, se não vejamos em processo pós eleitoral do pais, a notícia que abala é as eleições no PSD, e que apesar de ser importante a escolha do chefe da oposição não invalida que Indagem Santana sobre o seu futuro político, " Como é o Sôr Xantana? Bai pá Belém?" resposta "Pá eu só tenho 48 anos........" , entre gagos, saias e mafiosos, será que se perdeu a cor rosa dos laranjinhas?

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Parabéns!!



O Saco Riscado faz 2 meses de existência.

Para festejar este importante acontecimento, o Saco está a oferecer 2 bilhetes para o jogo F.C. Porto - Inter Milão que se disputará esta noite, pelas 19h45. Para se habilitar a ser o premiado, basta apenas ser o milésimo visitante.

Boa Sorte!!

terça-feira, fevereiro 22, 2005

Matemática no Futebol

Palatsi no flash-interview, após o jogo com o Benfica:

"Eles tiveram uma eficácia de 100% na 1ªparte, fizeram 3 remates e marcaram 2 golos..."

Já agora queria aproveitar este post para pedir desculpa pelas piadas escritas em relação ao Tsunami.

Acho que é má onda gozar com isso.

E sendo a Tailândia um país tão bonito, não percebo porque é que as pessoas já não o escolhem como destino de férias. Vá-se lá saber porque carga de água é que o fazem...

segunda-feira, fevereiro 21, 2005

branco para presidente



Pela primeira vez fui votar, não que esta fosse a minha primeira vez a votar, mas foi a primeira vez que votei naquilo que queria. Consegui resistir á pressão da minha família, a qual admito fez um excelente trabalho recorrendo ás mais variadas tecnologias e métodos persuassivos, felizmente sem resultados. Como neste momento (e acho que sempre pensei assim) não acredito em nenhum político, pois acho que a política é apenas um jogo (legalmente sujo) de interesses, votei em branco. E é engraçado pensar que na primeira vez que voto de consciência limpa, não preciso de usar a caneta..

sexta-feira, fevereiro 18, 2005

L.A.D.R.A. nas praias!!



A Liga Associativa pelos Direitos dos Rafeiros Amigos vem por este meio tornar público, que espera não ver repetidas as situações ocorridas no ano transacto, em que alguns dos rafeiros socios e amigos foram proibídos de frequentar algumas praias de Norte a Sul. Agora que a época balnear recomeça, queremos acabar com a discriminação e ver muitos rafeiros bronzeados por todo o Portugal!!

quinta-feira, fevereiro 17, 2005

Posted Successfully



Fevereiro no Saco Riscado...

quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Não há Coincidências... 2



Ontem, estava eu calmamente a ver o jogo da esperança entre os amigos do ronaldinho e do shevchenko, em beneficiência das vítimas do Tsunami ocorrido à 2 meses quando, para meu espanto, vejo o público presente no Nou Camp a fazer a "onda"; e se pensarmos que estavam lá 60 000 pessoas, então era realmente uma GRANDE onda, tal e qual um Tsunami à volta das 4linhas!!...

terça-feira, fevereiro 15, 2005

Vivós Profs !!

O caso é o seguinte: um esquema de comissões ilegais, combinadas entre um professor do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e um empresário da Construção Civil, prejudicou o Estado em mais de 46 mil contos (230 444,62 euros) em obras realizadas no ISCAL – Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa, entre 1992 e 1995.

Este caso começa em 19 de Novembro de 1992 quando, em ofício dirigido ao presidente do IPL (Instituto Politécnico de Lisboa), os responsáveis do ISCAL solicitaram a remodelação dos nove pisos do edifício de forma faseada de modo a não dificultar o normal funcionamento da escola. Tudo normal e ponderado cuidadosamente tendo em conta não perturbar o estudante.
Tendo conhecimento desta situação, o professor (espertalhão) e o empreiteiro (que eram sócios numa empresa de Mármores) estabeleceram um plano ultra-secreto para ganhar dinheiro com as obras a realizar. Qual euro-milhões qual quê! O que tá a dar é ser vigarista!
Tendo sido adjudicada a primeira empreitada à empresa Lovarte, foi esta contactada por um dos arguidos que assegurou poder adjudicar àquela empresa todas as obras a realizar no ISCAL a troco de comissões que variavam entre os 3000 e os 3500 contos por piso. Nada mau, nada mau, é só pena era o edifício ter 9 andares; devia era ser um arranha-céus!
A certeza de que as obras seriam entregues à Lovarte baseava-se no facto de o professor do ISEL (espertalhão) integrar o júri de selecção dos concorrentes às empreitadas do ISCAL, o que lhe dava margem de manobra para influenciar a decisão, qual filme hollywoodesco, provavelmente uma ideia tirada do filme “RunAway Jury” (a ver, é bom)
Os responsáveis da empresa Lovarte aceitaram a proposta (claro!!) e, durante o ano de 1993, passaram vários cheques (que totalizaram 36 300 contos) que eram descontados no banco e entregues, em numerário, ao empreiteiro que, posteriormente, o repartia com o professor.
Para fazer face às quantias exigidas, a Lovarte empolava o preço das empreitadas em igual montante, diferenças que acabavam assim por ser suportadas pelo Estado (é sempre o pobre coitado do cidadão comum que paga as favas). Este esquema era complementado pela intervenção do terceiro arguido que, em função dos pedidos que eram dirigidos ao Conselho Directivo do ISCAL para pagamento das facturas pendentes, e na ausência do Presidente do IPL (de quem o ISCAL dependia financeiramente), na qualidade de vice-presidente despachava favoravelmente tais pedidos (viva os vices!!). Os despachos que autorizavam o pagamento das facturas à Lovarte coincidiam sempre com a ausência do presidente do IPL. (mas atenção, era só por coincidência, mais nada!).

Os arguidos foram condenados, em sentença datada de 3 de Fevereiro, pela prática em co-autoria de um crime de corrupção passiva para acto ilícito. O professor do ISEL foi condenado a três anos de prisão, enquanto o empresário apanhou dois anos e três meses. Foram ainda condenados em responsabilidade civil solidária, a pagar ao Estado a indemnização de 230 444,63 euros acrescida dos respectivos juros.

O terceiro arguido, ex-vice presidente do Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), foi absolvido de todas as acusações que contra ele pendiam (vivós vices!!)

CURIOSIDADES
Concurso à Medida
Para se certificarem de que a empresa Lovarte ganhava as empreitadas, os arguidos excluíram outros orçamentos que eram muito mais vantajosos para o ISCAL. Foi o caso do orçamento apresentado pela empresa J.M. Páscoa, que era mais barato em cerca de 18 mil contos.

Propostas-Fantasmas
Os arguidos preenchiam propostas-fantasma para que os concursos tivessem uma aparência legal. Jogando com empresas reais, mas que nunca tinham sido convidadas para apresentarem orçamentos para as obras do ISCAL.

Viva os vigaristas
E os patos do ISCAL!
Viva os Profs do ISEL,
E este nosso Portugal!

domingo, fevereiro 13, 2005

Não há coincidências...



cada um tira a sua conclusão..

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

TV (cabo)

De á muito tempo para cá, sinto-me quase na obrigação de partilhar com os leitores do Saco Riscado, as minhas preferências televisivas (quem não tem TV Cabo pode saltar este post..).
Deixo aqui á consideração superior algumas das séries que mais me cativam e o seu respectivo horário semanal.
Este post não serve apenas para os prezados leitores do Saco, também serve pra mim porque me estou constantemente a esquecer do horário das séries (agora que venho ao Saco Riscado todos os dias já não me esqueço..)
Um abraço a todos e depois digam-me se não tenho razão...

No Discovery Channel:

Caçadores de Mitos

5ª feira - 20h
Sábado - 20h
2ª feira -15h

Megaconstruções (para engenheiros)

5ª feira - 21h (Supernavios)
Domingo - 9h
2ª feira - 16h

Outras séries de interesse do engenheiro:

Artilharia Antiga, Supermáquinas, Construindo o Impossível

Outras séries quando não há nada melhor pra ver:

Os Arquivos do FBI, Os Novos Detectives, Duplos de Hollywood

No People+Arts:

Os 10+

3ª feira - 18h (empregos perigosos)
3ª feira - 21h (casos misteriosos)
4ª feira - 18h (espiões famosos)
4ª feira - 21h (golpes lendários)
5ª feira - 18h

Outras séries com algum interesse (o nome cativa..):

Coupling II (o traseiro da sua melhor amiga) ou Antes e Depois (as beldades do coro da igreja)...

quarta-feira, fevereiro 09, 2005

Piada da Semana



Preparados?

Pois bem, o Geovanni quer ir á Selecção Brasileira..

..eu se fosse a ele preocupava-me em não perder o lugar no onze do Benfica e tentava chegar aos 70 minutos sem tar a morrer!!

Azar... ou não

Com tanta malta a visitar o Saco e tinha que ser logo eu o visitante 666.
Depois de ver a foto da casa com o número 666 pensei que os donos tinham tido mesmo azar... só depois reparei no meu número de visitante.
Mas sendo o Saco om Blog só de um grupo restrito de amigos, chegar aos 666 visitantes até pode ser bom presságio.

terça-feira, fevereiro 08, 2005

É Carnaval...



...e ninguém leva a mal!!

segunda-feira, fevereiro 07, 2005

sábado, fevereiro 05, 2005

Take a walk in the park



Os sábados são, sem sombra de dúvidas, os melhores dias do mês para sair de casa e ir dar um passeio. Ainda com a 2ªfeira bem distante e deixando pra trás mais uma semana de trabalho, o sábado é um dia perfeito pra uma caminhada por Lisboa.

Ah, mas e então toda aquela gente que só sai de casa ao fim-de-semana e leva a família e o cão atrás e aproveita para pôr o carro a funcionar, não atrapalham?

não.

A não ser claro que optem por superfícies comerciais, porque é aí o ponto de encontro de todos os desconhecidos.

Hoje fui dar um passeio, um GRANDE passeio.

Fui a pé, e muito bem acompanhado, desde a Praça do Comércio, atravessando a Rua Augusta, subindo pela Rua do Carmo até ao Chiado, seguindo pela Rua Garrett, cumprimentando o Fernando Pessoa, entrei em 2 lindas Igrejas que desconhecia por completo e as quais pensava que apenas existiam em Itália e Espanha, segui novamente pela Calçada do Combro até ao nosso tipíco e confuso labirinto que é o Bairro Alto, deambulei perdido e contente por um número incerto de Travessas e Praças, encontrei o miradouro do Adamastor, desci novamente até á Rua da Boavista, cruzando a Rua da Moeda onde existe um Eléctrico que é património mundial (em funcionamento) e acabando pela Rua de São Paulo que me levou até ao Mercado da Ribeira no Cais do Sodré.

Confusão? Muita gente? não. Por vezes tinha alturas em que pensava que tava a jogar Portugal e eu era o único que passeava pelas ruas de Lisboa.

Á descoberta de Lisboa passasse uma tarde muito agradável, mas sábado que é sábado não acaba bem se não tiver bola a dar na televisão, e mais giro do que ver o glorioso ganhar, é ver o porto a perder...

Com licença, que tenho de ir ver o Estoril.

sexta-feira, fevereiro 04, 2005

Pensamentos

Vou deixar aqui umas citações, porque há situações em que aquilo que queremos dizer já foi dito melhor por outras pessoas..

Pensamento para os putos do 12ºano:

"Prefiro morrer de pé a viver sempre ajoelhado."
(Ernesto 'Che' Guevara)

Pensamento para o Toni Reis:

"Não há nada mais terrível do que uma ignorância activa."
(Goethe)

Pensamento para todos aqueles que assistiram á Récita:

"A única verdade é a realidade"
(Aristóteles)

Foi o que aconteceu!

Claro que ninguém ainda pensou, mas já imaginaram por exemplo no teatro português o seguinte:

  1. O encenador Filipe la Féria a ser substítuido por um tal de Toni Reis e subordinados. Foi o que aconteceu!
  2. Actores de fraca personalidade, onde o que impera nas suas cabeças, não é o que devem fazer mas sim o que lhes mandam fazer, onde apenas existe um objectivo de ataque pessoal de modo a alguém por outra via venha a ganhar aquilo que nunca teve ("alguém" e "aquilo" leia-se toni e prestigio respeitável, respectivamente). Foi o que aconteceu!
  3. Onde se substituiu o tema nobre das peças de teatro para: "O Saco de Boxe" ou "Aquele que ainda acredita no que faz, não para valorização pessoal, mas com o intuito de criar bases sustentadas ao desenvolvimento a todos os níveis dos seus intervenientes." Foi o que aconteceu!
  4. Uma fraca plateia muitas vezes combinada de modo a mostrar aos leigos o que não existe (união e respeito). Foi o que aconteceu!
  5. Um serviço de bar débil e insufeciente foi o menos. Mas foi o que aconteceu!
  6. Falta de uniformização entre os intervenientes. Foi o que aconteceu!
  7. Ao espectador, as peças e principalmente as filmadas apenas motivavam à realização de um número de intervalos iguais ao número de peças existentes.

No fim de três horas de conversa com o colega que não se via a algum tempo, aparece aquela sensação, de quando vamos ao cinema e pagamos para ver um Spy Kids e saímos de lá arrependidos, desmotivados e a dizer: "mais valia ter dado o dinheiro á Cruz Vermelha". Foi o que aconteceu!Com uma ligeira diferença, desta vez não pagámos entrada, o que pelo menos aliviou a tristeza final.

Parabéns aos corajosos que viram as peças...e parabéns aos gajos que tentaram fazer teatro deles e não dos outros.

A culpa não é vossa putos, mas parece-me que vos fizeram esqueçer a responsabilide associada a um evento deste tipo....um abraço.

Não deixo á consideração superior...


terça-feira, fevereiro 01, 2005


Ao abrigo da lei de argumentos dos gajos que não conseguem ouvir e calar, vem este site dar espaço ao sr. JT.
"Escrevo porque acho que devo escrever...
Eu que sou e fui prémio defesa nacional duas vezes, ou seja, fui duas vezes prémio defesa nacional. Isto porque dois é mais que um, apesar de ser menos de três.
No entanto quero deixar explícito que foram dois.
E há mais... eu sou... e passo a repetir... "eu sou" um dos três melhores engenheiros do mundo, como "nove fora nada" e um está paraplégico e o outro já morreu, "nove fora nada", sobro eu "prémio defesa nacional duas vezes".
Isto tudo para dizer que também gostava de escrever no Saco.

Agora vou para o meu gabinete polir os meus prémios de defesa nacional. Sim porque eu fui prémio defesa nacional duas vezes.... qual Ricardo Carvalho qual quê!!! "Posted by Hello

Estudos e Estatísticas das N.(D).U


o Koffi vai para a reforma dentro de um dia, sete horas, vinte e três minutos e nove segundos...

Se ficarem ceguinhos ao lerem ente "picpost", lembrem-se que é só para equilibrar as estatísticas...

Fica à consideração superior das N.(D).U...

Mau mau Maria, que o cão mordia..



No outro dia, tava eu a ir calmamente pra casa, quando de repente salta ao meu lado um cãozarrão com cara de poucos amigos. A raça não sei qual era e também não importa, visto o animal mostrar uma dentadura capaz de impôr respeito a qualquer marca dentífrica.
Lá me afastei como pude, encolhendo os braços e protegendo o pescoço, fazendo aquela figura desconfortável de quem não se sente muito á vontade, se é que me entendem..
Mas mais impressionado fiquei quando a dona do leão (era assim que lhe chamava) se virou pra mim e disse:
"Ah ele não morde, ele gosta é de brincar.."